Visite Nossa Loja Virtual!!!

Visite Nossa Loja Virtual!!!
Compre Livros e Produtos com Preços Baixos...

EDITORA FAEST - www.editorafaest.com.br

Faça Seu Pedido de Oração!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Carta aberta a Morris Cerullo

Pr. Airton Evangelista da Costa

Senhor Morris Cerullo,

Transcrevo abaixo trechos do seu discurso na televisão, a respeito da “Unção Financeira dos Últimos Dias”. Mais adiante, farei algumas perguntas e apresentarei alguns questionamentos:

“Um milagre financeiro para as pessoas que estão assistindo hoje este programa. Algo que nunca Deus fez antes na vida dessas pessoas. “Filho, diga ao meu povo, nestes últimos dias, tenho uma unção especial; vou liberar sobre o meu povo algo que nunca jamais fiz antes”. Vou liberar sobre eles uma unção financeira. Vou no meio dessa crise levantar o meu povo, e será um testemunho para o mundo como os judeus eram um testemunho, quando Deus os tirou do Egito com toda riqueza do Egito. Deus transferiu a riqueza do pecador para os judeus. Estamos vivendo na última hora. Deus está pronto para transferir a riqueza do pecador mais uma vez, mas desta vez nas suas mãos. Vai acontecer hoje, neste programa. Eu vou orar para Deus liberar a sua unção financeira sobre a sua vida. Vou dizer o que é unção financeira em poucos momentos, mas eu quero que você faça isso. Existe um telefone aí na tela – (21) 2187.7000. Se você quer que Deus te dê a unção financeira dos últimos dias. Eu quero que você pegue esse telefone. E eu quero que você faça um compromisso para você semear novecentos reais. Você dirá: irmão Cerullo, nunca fiz isso na vida. Eu te digo, o que você semear o que Deus está nos pedindo para fazer hoje, você vai receber da parte de Deus algo que você nunca recebeu antes. Por que “nove”? Porque este é o ano de 2009. Os números são importantes para Deus. O ano passado foi 2008. Número oito... nós celebramos um novo começo. O “oito” significa um novo começo. A maior coisa que Deus pode fazer por você que está assistindo o programa, você que é um ministro, um pastor, é para Deus te dar o espírito de discernimento para você poder discernir os tempos, poder entender o que está acontecendo. “Nove” significa completo. Você dirá: Deus tem feito promessas para mim, mas elas nunca foram cumpridas. Ouça a voz de Deus, hoje. Se você for ao telefone e fizer um compromisso para semear R$900,00, e você disser: Deus, quero dar meu passo na minha unção financeira dos últimos dias. “Eu te prometo: antes de chegar o dia primeiro de janeiro, Deus irá cumprir toda a profecia, todas promessas que ele já fez sobre a tua vida”.

Antes que me incline a semear R$900,00, faço algumas considerações:

O senhor disse que “tal coisa nunca aconteceu em sua vida”. Realmente, nunca aconteceu de ouvir tal proposta. Nenhum profeta bíblico profetizou qualquer coisa para arrecadar dinheiro para si ou para outrem. Elizeu, profeta de reconhecida integridade moral, recusou a valiosa oferta de Naamã. Não quis profanar o templo de sua consciência.

“O número nove significa completo” – Se o senhor usou esse argumento para justificar o elevado preço de R$900,00, deu-se mal. Pior ainda quando revelou que estávamos no ano 2009 e o ano anterior teria sido 2008, e que o “oito” indica começo. E parou por aí. Nenhuma base bíblica usou para tal afirmação.

O senhor disse que Deus vai transferir a riqueza dos pecadores para o seu povo. Ora, isso agravaria a crise, antes de resolvê-la. Seria um desastre econômico de proporções gigantescas. Cento e sessenta milhões de brasileiros ficariam pobres de uma hora para outra, enquanto 40 milhões de crentes ficariam ricos da noite para o dia.

“Estamos vivendo os últimos dias” – Como é que o senhor soube? Quantos dias restam para o fim de todas as coisas? O senhor deveria ter sido mais explícito. Há dois mil anos, o apóstolo revelou: “Filhinhos, é já a última hora” (1 Jo 2.18). Não é preciso ser profeta para saber que o fim se aproxima. Poderá durar um dia, dez anos, cem anos ou dois mil anos. Digamos que o senhor tenha razão e que o fim virá dentro de poucos anos. Pergunto: para que unção financeira se já estamos na reta final?

“Todas as promessas serão cumpridas a partir de primeiro de janeiro” – Senhor Morris, o senhor foi muito ousado em tal profecia. Por que essas benesses só funcionarão a partir dessa data? O cumprimento da profecia começa dia primeiro e dura quanto tempo? Um mês, seis meses, um ano? Quer dizer que, além da riqueza que será transferida dos pecadores, os crentes receberão carros importados, mansões, aviões, conversão na família, e tudo o mais que lhes foi prometido por Deus durante anos e anos?

Senhor Cerullo, o senhor não citou em nenhum momento o nome do Senhor Jesus, nem o evangelho da graça. Na minha Bíblia, e em qualquer Bíblia popular de dez reais, está escrito: “Buscai, antes, o Reino de Deus, e todas essas coisas [o comer e o vestir] vos serão acrescentadas” (Lc 12.22, 31). Diz mais: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede recebe... Vosso Pai dará bens aos que lhe pedirem” (Mt 7.7, 11). Também diz a minha Bíblia que Deus nos dá, de graça, sabedoria (Tg 1.5). Pergunto: Por que Deus, apesar da palavra, nos cobraria R$900,00 para nos abençoar com essa unção financeira?

Senhor Cerullo, lamento dizer que sua profecia chegou com atraso. Os indicadores econômicos revelam que o Brasil está em vias de vencer a crise. A mesma coisa acontece em alguns países. Com crise ou sem crise, temos no Brasil muitos irmãos necessitados, mas Deus supre suas necessidades.

Senhor Morris Cerullo, o alto valor cobrado pela unção financeira deve ter causado muitos constrangimentos no meio do povo de Deus, naqueles que acreditaram no seu discurso. Muitos não conseguiriam pagar um preço tão elevado. Os assalariados teriam que trabalhar três meses para ter esse dinheiro. Se os benefícios viessem de forma imediata, até que poderiam pensar. Mas o senhor esticou o prazo para janeiro de 2010. E estamos em agosto de 2009. Seriam seis meses de espera. No deserto, Moisés intercedeu pelo povo e Deus ouviu e atendeu. O senhor não poderia arrazoar com Deus sobre a questão desse valor?

A sua profecia, senhor Cerullo, comete uma injustiça. E por causa disso, não acredito seja de Deus. Os crentes pobres, que não possuem novecentos reais para “semear”, não mudarão de vida; continuarão pobres. Os ricos ficarão mais ricos.

“Vou orar para Deus liberar a unção financeira” – Se o senhor informa que a unção e a riqueza virão para quem semear R$900,00, para que a oração? O senhor colocou a questão como se fosse algo mecânico e automático: ofertou, levou. Por isso, estranhei a necessidade de oração.

Sugiro-lhe que peça a Deus a unção financeira sobre os irmãos pobres do mundo inteiro, não só do Brasil. Mas, por favor, que seja gratuitamente. Uma unção por R$900,00 vai piorar a situação dos pobres.

Pastor Silas Malafaia, junte a sua fé à do profeta Morris Cerullo, e façam os dois uma oração poderosa, na televisão, para que Deus libere, de graça, a unção financeira dos últimos dias em favor de todos os crentes pobres deste país, independente de qualquer pagamento.
19.08.2009

2 comentários:

Anete disse...

Espero que de fato o conteúdo dessa carta chegue as mãos e ao coração do senhor Morris Cerullo. Está completa, detalhada e expressando, com certeza, o pensamento de muitos crentes indignados com essa onda de "unção da Prosperidade" que atingiu e está atingindo tantos rebanhos.

ruzevieira disse...

Infelizmente muitos crentes não são como os bereanos, então, acredita em qualquer um que se diz profeta, apóstolo, bispo, bispa, etc, Eu era um dos que mandava oferta pro Malafaia, mas depois do que vi e ouvir no programa e do que ele faz com as ofertas que recebe, investindo na Editora e nas Lojas da mesma, se tornando um grande empresário, esse tal de cerullo me abriu os olhos. Decidir que tudo que eu ofertava prá esses, que hoje prá mim são enganadores, será mandado para Visão Mundial, que cuida do corpo e da alma de quem está no seus programas de ajuda.
A uns meses atrás assistir dois dvds do Caio Fábio e hoje vejo que o que ele falou nos dvds é pura verdade. Esses caras são verdadeiros lobos. Decidir que não quero ir morar no céu desses caras. Vou preferir o Céu onde está Lázaro,Paulo, Pedro, e muitos outros que nunca pediram dinheiro para se tornar ricos empresários como alguns pastores de hoje.
Are Baba o inferno vai ficar em festa com esses caras.